domingo, 10 de março de 2019

Leituras

Foi o último livro que li.
Creio que se o tivesse lido há 20 anos, teria gostado. Hoje, foi uma leitura que levei até ao fim (o livro é pequeno), mas não me interessou por aí além.  Achei-o até um pouco enfadonho.
A idade  muda-nos as prioridades e com elas alguns gostos.

                                                               


Em contrapartida, "Renascer", do qual já li um terço, mais ou menos, estou a gostar.
É o primeiro volume dos diários de Susan Sontag. Já o comprei em 2011, mas ainda não o tinha lido. No prefácio, o editor, David Rieff, filho de Sontag, fala em três volumes, mas tanto quanto sei, em Portugal ainda não foi editado mais nenhum.
Este volume, comporta os diários desde 1947 até 1963.
É interessante.



quinta-feira, 7 de março de 2019

Parabéns MR:)

Desejo-lhe um dia muito feliz!

                                                                           












 Uma música dos "seus franceses", numa voz brasileira:))                                                                           

sexta-feira, 1 de março de 2019

Termas de Monfortinho


                                                                            




terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Pelourinho

Pelourinho em Proença-a-Velha

                                                                     



Para a Maria (Tree Lover)


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Leituras

Os últimos livros que li...

                                                                           


       
Os Figos de Setembro, um livro que se lê sem  dar conta do tempo passar. Gosto tanto dos contos da Maria João Falcão! Quem conhece o blogue Falcão de Jade, já conhece um pouco da sua escrita sensível e viva, que nos permite "ver" as situações descritas e imaginar as cenas vividas, como se estivessemos lá. Estes contos que falam da infância da autora, transportam-nos até à nossa própria infância, quando damos por nós a pensar que vivemos algumas situações parecidas. Recomendo!

A Saga de Selma Lagerlöf, foi uma agradável surpresa. É um livro muito interessante que nos dá a conhecer a história de vida da primeira mulher a receber o Nobel da Literatura. Gostei imenso.