segunda-feira, 10 de junho de 2013

Dia de Portugal


"Lágrimas dirão por mim,
Senhora, nesta despedida,
Em que termos vai a vida."
(...)
 
Luís de Camões
 
  
 
 
Ainda me orgulho de Portugal e de ser Portuguesa!
Tenho vergonha é de quem nos governa e foi destruindo e desbaratando o País! Em benefício de quem?!...
                                                                                 

20 comentários:

  1. Ainda temos nas mãos
    um canto para florir
    nas cordas de uma guitarra.
    Um chão que se quer cumprir
    numa nova madrugada.

    Lídia Borges

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos essa esperança, Lídia!
      Muito bonito.
      Obrigada!

      Eliminar
  2. E eu era porta estandarte da Mocidade Portuguesa no dia 1 de Dezembro !
    Todo garboso !


    Um beijo, ISABEL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um feriado que tem a ver com um facto importante da nossa História e que deixa de existir. Não se compreende!
      Imagino-o com toda a seriedade a cumprir o seu papel! Mas esse é também um tempo a que não queremos voltar. Apesar de tudo o que corre mal, a liberdade conquistada é algo que não tem preço!

      Um beijinho

      Eliminar
  3. Também eu Isabel, também eu. Mas, enfim, ainda temos a nossa maravilhosa língua portuguesa, não é?

    Um beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que por estas alturas tem andado bem confusa!
      Eu continuo a escrever como sempre, só na escola, com os alunos é que sigo o novo acordo ortográfico, porque sou obrigada a isso. Em tudo o resto, continuo a escrever como sempre.

      Tenho orgulho na língua e em tudo o que nos identifica. Tenho amor ao meu país e não compreendo como os nossos governantes têm ao longo das últimas décadas destruído tudo, em vez de construir. Somos um país pequeno, mas com a riqueza do mar, do sol, das pessoas e da terra.
      É preciso esperança.

      Um beijinho e boa semana

      Eliminar
  4. E eu sinto o mesmo por aqui!
    Também amo meu país, mas...o problema está no topo da pirâmide.

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E custa a mudar!
      Sucedem-se uns aos outros e nada muda.

      Há-de aparecer gente capaz. Precisamos dessa esperança.

      Um beijo

      Eliminar
  5. Os países não têm culpa, Chabela, de cair em mãos de quem não devem, mas temos a obrigação de lutar por essas terras que são de todos e de ninguém, e sempre terão uma história que também é nossa.
    Beijinho, já tinha adivinhado que andas cheia de trabalho. Já falta menos para o merecido descanso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo poderia estar certo se não fossem a aldrabice e a corrupção! Revolta!

      Ainda tenho a próxima semana mais ocupada, mas depois o trabalho fica mais leve, pois já não temos alunos. Este ano foi muito duro.

      Um beijinho e uma boa semana!

      Eliminar
  6. que ser portuguesa lhe proporcione as maiores alegrias. ou melhor, seja você e atraia tudo de mais lindo no mundo. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada António. Espero que assim seja!
      Agradeço-lhe o comentário e a visita.
      Boa semana!

      Eliminar
  7. Tens razão, POrtugal é um belo país e fez muito. Teve azar com os governantes muitas vezes!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito azar! Foram destruindo o que havia e pouco fizeram em troca. Resultado: não temos nada!

      Continuamos com a esperança...
      Um beijinho

      Eliminar
  8. Um dia os silêncios falarão mais alto

    ResponderEliminar
  9. Também me orgulho muito de Portugal e de ser Portuguesa e a nossa língua é tão rica e tem uma história maravilhosa que devemos preservar! Também não gosto do novo acordo ortográfico e compreendo-a como se deve sentir ao ter que ensinar um acordo tão disparatado. Enfim... novos tempos, mas sempre para pior.
    Haja esperança em tudo e para tudo.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há-de aparecer gente honesta e capaz de mostrar o que vale este país tão maltratado.
      Qualquer dia...

      Um beijinho, Maria Eduardo

      Eliminar