sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

A pacatez da cidade, num sábado, a horas mortas


Província

Amo esta rua antiga de província,
quieta, silenciosa.
Casas de rés-do-chão e andar
dão-lhe uma linha sinuosa
como de um bêbado a vaguear
a desoras...

Um velho relógio
deu agora horas,
horas cansadas, horas de há muito tempo:
são um lamento de eras passadas
em que a velha era menina
e desfiava
a teia azul das horas descuidadas...

Que é das meninas desse tempo
nas varandas debruçadas?


Saul Dias

                                                                                       
 
Rua do Cine-Teatro, que vai dar aos Três Globos

 
Antiga Rodoviária Nacional

 
A subir para os Três Globos

 
Porta lateral do Cine-Teatro

 
Avenida General Humberto Delgado

 
Docas

 
Docas





 
Rua do Rei D. Dinis


 
Palácio da Justiça


 
Edifício do Centro de Cultura Contemporânea, ao fundo






 
Câmara Municipal

 
Avenida 1º de Maio
 




 
Avenida 1º de Maio

 
Avenida 1º de Maio

 
Avenida 1º de Maio

                                                                                         

26 comentários:

  1. Eis como versos simples podem ser grande poesia...
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. É um poema muito bonito.

      Boa noite:)

      Eliminar
  2. Bom dia, Isabel!
    Obrigada pelas fotografias; assim já não necessito de ir até Castelo Branco!
    Brinco... Sabe que qualquer dia apareço!
    Gostei de ver! Tudo muito limpo e cuidado!
    Um beijinho e bom fim-de-semana.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah!Ah!Ah!

      Aparece?! Só acredito quando vir!

      Fico então à espera, que venha conhecer esta minha bonita cidade:)

      Até lá...
      Um beijinho:)

      Eliminar
  3. Uma cidade que conheço mal, e que pelas fotos é uma cidade linda.
    Bonita também a escolha do poema.

    Beijinho e bom sábado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Fê. Castelo Branco é uma cidade bonita e com pontos interessantes para visitar.
      Só trocaria a minha cidade por um local com mar:)


      Um beijinho:
      Continuação de bom fim-de-semana :)

      Eliminar
  4. Gostei deste passeio. E do poema que deve ter a ver com Vila do Conde, tb.
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Gosto de andar na cidade quando não há movimento.

      Vila do Conde que era a terra de Saul Dias...é muito bonito, o poema.

      Continuação de bom fim-de-semana também para a MR:)

      Eliminar
  5. Uma cidade abandonada ao fim de semana. As cidades assim entristecem-me. Por isso detestava os fins de semana nas cidades onde vivi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado...eu gosto deste sossego do fim-de-semana e gosto de andar na cidade vazia, no domingo de manhã, por exemplo.

      Bom domingo:)

      Eliminar
  6. Obrigada pela visita guiada que as suas fotos permitiram. Uma cidade bonita, limpa e organizada.
    O poema foi uma boa escolha :)
    Beijinho grande e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha cidade é bonita e ainda com alguma pacatez de que gosto.

      Obrigada pelas palavras simpáticas.
      Um beijinho e continuação de boa semana:)

      Eliminar
  7. Uma cidade, que praticamente não conheço... pelo que agradeço imenso, este tour, guiado por si, Isabel!!!
    Adorei as imagens... onde edifícios mais recentes e mais antigos, confraternizam num mix harmonioso...
    Beijinhos! Bom domingo!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostou, quem sabe um dia destes vem visitar a cidade...

      Um beijinho:)
      Continuação de boa semana:)

      Eliminar
  8. Gostei de rever Castelo Branco, mesmo sem gente. Já há uns anos que não vou a essa cidade, de que gosto muito. Noto algumas mudanças, mas não muitas. Obrigado pelas imagens e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço o seu comentário.
      Se não visita a cidade há muito tempo, vai achar grandes mudanças, que começaram com as obras do Programa Polis.
      Se visitou há poucos anos, então não notará tantas diferenças.
      Mas é sempre uma cidade bonita!

      Continuação de uma boa semana:)

      Eliminar
  9. Isabel, gostei muito da visita guiada a sua cidade :)

    Um beijinho e um domingo igualmente calmo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Miss Smile:)

      Um beijinho e continuação de boa semana. Fico muito contente de ver que continua pela blogosfera:)

      Eliminar
  10. O poema de Saul Dias é muito bonito.

    Castelo Branco parece-me uma cidade mesmo muito pacata. Também gosto das manhãs de domingo na cidade. Lisboa fica outra. E nos meses de férias também:)
    Bom Domingo:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, nos dias de semana há bastante movimento, e então às horas de ponta, leva tempo a atravessar a cidade, mas no fim-de-semana é calminha.

      Também gosto de Lisboa com pouco movimento, o que parece que já quase não acontece.

      Uma boa semana para si, Bea:)

      Eliminar
  11. Um belo passeio pela cidade deserta.... Beijinhos e bom domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto dela assim, sossegada:)

      Um beijinho:) Continuação de boa semana:)

      Eliminar
  12. Gostei de recordar essa cidade onde comíamos óptimos bolos ao lanche, de regresso de Alter. Até estive no mercado, a comprar violetas para a minha mãe. É uma cidade agradável para se viver, não me estranha que gostes.
    Feliz semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses bolos deviam ser da Rosel, uma pastelaria que já não existe...infelizmente! Tinha os melhores bolinhos da cidade...

      É uma cidade muito simpática:)
      Um beijinho e continuação de boa semana:)

      Eliminar
  13. Uma preciosa divulgação da cidade a transpirar tranqüilidade e personalidade.
    O poema é encantador, empresta o tom certo à reportagem. Boa escolha.
    Tenho andado em regime de serviços mínimos, daí a minha ausência. Nunca me arrependo de aqui vir.
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras simpáticas, Agostinho. E eu gosto sempre de o ver por aqui.
      :)
      Um beijo:)

      Eliminar