domingo, 20 de outubro de 2013

CCC de Castelo Branco - II


Fiz hoje uma visita ao CCCCB ( Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco) e gostei muito.
Não é possível fotografar, lá dentro. Espero que retirem essa proibição, uma vez que um edifício tão interessante merece ser fotografado e divulgado.

Vale a pena a visita à exposição, pela beleza do interior, pela diversidade de obras e finalmente podemos apreciar a Praça da Devesa e parte da cidade, vista do último andar do edifício - um outro olhar.

Aguardo agora com expectativa (positiva) a forma como este magnífico Centro Cultural vai ser dinamizado.
Que actividades, para além das exposições?...


                                                                                       







No último andar fica a cafetaria e o auditório, que ainda não estão em funcionamento.


 
 
A Praça da Devesa (com o Castelo ao fundo e a Torre do Relógio do lado direito) vista do interior do CCCCB
 








 
 
A entrada e o exterior do edifício






 
 
CCCCB e Cine-Teatro Avenida, ao fundo


                                                                              

19 comentários:

  1. O edifício parece giro e tem umas belas vistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto. E por dentro também gostei bastante.
      Tem uma vista interessante, que nos dá a verdadeira dimensão daquela praça.
      Quando vem até estas bandas, MR?

      Eliminar
  2. Muito bonito, há muito tempo que não vou a Castelo Branco, belo centro e afins, talvez para o ano vá dar uma voltinha por aí. Quando meu filho era pequeno andava sempre a perguntar-me se o castelo era branco. :) (é claro que eu dizia que sim, gosto de puxar pela imaginação) Pensando nisso, qual a origem do nome? O castelo era realmente branco?

    Um abraço.

    Boa semana. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Venha até cá, que a cidade está muito bonita e vale a pena a visita.

      Quanto à origem do nome, essa é uma pergunta que já ouvi a outras crianças, se o castelo era branco (?).

      Creio que a justificação que se lê mais vezes é a que está aqui http://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_Branco, mas há outras, nomeadamente, tenho um livro que diz "Ao longo do tempo apareceram ideia tão díspares como a de Castra Leuca, que de acordo com Pina Lopes se devia ao aparecimento no local, durante a Primavera, de Leucas, ou a de José Hermano Saraiva, para quem os mantos brancos sobre as ameias do castelo, dariam ao mesmo uma cor alva, levando aos habitantes a chamá-lo Castelo Branco. A única opinião que se aproxima da nossa é a do Pe. Luiz Conzaga de Azevedo, ao apontar que este nome fora dado pelos Templários em lembrança de um outro castelo situado na Síria." pág.17 do livro O Programa Polis em Castelo Branco - Álbum Histórico.

      De maneira que não sei...

      Obrigada pela presença, e espero que um dia destes decida vir até cá.
      Boa semana!

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  3. Parece muito bem pensado e projectado. E bem bonito.
    Boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto e acho que é uma obra que orgulha a cidade e a enriquece culturalmente.
      Boa noite!

      Eliminar
  4. Parece, de facto, um espaço bonito a visitar, a avaliar pelas fotos, que estão muito bem! :)

    Boa semana. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andei para aqui a tentar deixar o link da Wikipédia sobre a origem do nome da cidade, e não consegui!

      Mas isso, não sei porquê, fez com que a resposta ao teu comentário, fosse lá para cima!

      Vou eliminar !
      E dizia eu que muito obrigada por gostares das fotos e que este é realmente um espaço interessante!
      Um beijo e boa semana!

      Eliminar
  5. Deve ser um local muito agradável a visitar. Quando ai voltar, vou visitá-lo. As fotos estão boas e mostra-nos a sua dimensão.
    Parabéns e desfruta bem dessa mais valia.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Maria Eduardo!
      Espero que possa vir até cá depressa e que goste.
      (Depois se puder, diga)

      Um beijinho e boa semana!

      Eliminar
  6. Mas que bacoquice: No Louvre e em tantos outros permitem fotografar sem flash.

    Um beijo e obrigado, ISABEL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não percebo porque é que nuns lados deixam e noutros não. Aqui, deixam nos antigos CTT, na Sala da Nora, no Museu Tavares Proença Júnior, mas no Museu Cargaleiro não deixam.
      Não sei qual é o problema, se for sem flash.
      Enfim...

      Muito obrigada, eu, pelo seu comentário.
      Um beijinho e boa semana!

      Eliminar
  7. Isabel,
    O edifício está muito bonito. Já há uns anos que não vou a Castelo Branco. Tenho que ir. Vamos lá a ver quando tenho um tempo para isso.
    Beijinho e gostei das fotografias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Arranja aí um tempinho e combinamos, se quiseres companhia.
      O Centro Cultural é um belo edifício e vale a pena a visita.
      Obrigada por gostares das fotos.
      Um beijinho e até um dia destes, então!

      Eliminar
  8. Olá :D
    Gostaria de ir ver mas é preciso pagar para visitar a exposição?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pagam-se dois euros.
      Vale a pena ir!
      Boa noite!

      Eliminar
  9. Não sei quando irei. Pensava que seria em breve, mas... :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que pena, mas quando vier cá, se puder e tiver tempo, diga, para tomarmos um café...e comermos uma tigelada! (não são más...)

      Eliminar