segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Gatos e gatinhos

Vinha no mesmo comboio que eu, há dias.
Um destes até queria...

                                                                               
 
Como se chamará?...
 
 
O Nome dos Gatos
 
O nome dos gatos, questão delicada,
Não é passatempo de gente indolente;
Bem podem pensar que sou doido varrido
Mas um gato tem sempre TRÊS NOMES DISTINTOS.
O primeiro é o nome usado em família
- É gato Lobato, Salvato, ou Renato,
Torcato, Honorato, Beato ou Falcato -
Nomes próprios, comuns, decentes, normais.
 
Gente de requintes e nomes sonantes
Tem nomes famosos de damas e heróis
- Deméter, Electra, Admeto e Platão -
Nomes próprios, comuns, decentes, normais.
Mas, sabem, ao gato um nome faz falta
Que seja diferente, exclusivo, distinto
Para andar emproado, cauda empertigada.
Bigodes ao vento, seguro de si.
Tantos nomes eu sei que chegam ao quorum
(E exemplos são Quaxo ou Coricopata
E Bombalurina ou então Gelinorum)
E mais nenhum gato terá nome igual.
 
Além destes nomes há um por dizer,
Nome que ninguém consegue adivinhar,
Nome inacessível à ciência humana,
Só O GATO SABE mas jamais confessa.
Se virem um gato a cismar, a cismar,
Sou eu que vos digo, o motivo é só um:
Sua alma isolada medita, contempla,
E pensa, repensa no nome que é seu,
Seu nome inefável e fável também
Fá-e-inefá-vel
Profundo, misterioso, singular.
 
T.S.Eliot  (O Livro dos Gatos)
 
 

32 comentários:

  1. Nao conhecia o livro dos gatos.
    Este gatinho ate acho muito bonito.: )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro é bonito e tem umas ilustrações giríssimas!

      Era uma gatinha tão bonita! Por acaso uma assim, não me importava de ter. Era bem comportada.

      Boa semana, Catarina:)

      Eliminar
  2. Um extraordinário texto, que não poderia ilustrar melhor o tema...
    Desse fofuxo, também eu gostava!... :-D
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos duas! Mas era "uma" fofuxa, ouvi a dona dizer.
      Era uma linda gata!

      Beijinhos e boa semana também para a Ana:)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Na verdade prefiro gatos mais corriqueiros. Dos que saltam muros e galgam telhados. Mas essa gatita é bonita, sim.

      Eliminar
    2. Ah!Ah!Ah! Está certo! Gatos mais corriqueiros e livres...Bem...acho que prefiro um bocadinho mais, esta, mas também gosto dos outros!

      Boa semana:)

      Eliminar
  4. Pois vou revelar o nome da gata que tive anos atrás...
    Nada que o ELIOT por certo acharia digno,.
    TARECA !
    Mas esta que nos mostras é mesmo linda !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tareca é um lindo nome para uma gata! Digamos que é um nome bem português! Ah!Ah!Ah!

      Era mesmo bonita, sim!

      Beijinhos e continuação de boas férias:)

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Obrigada pela visita,Maria:)
      Beijinhos e boa semana:)

      Eliminar
  6. Gosto imenso deste poema e dos outros que o acompanham (e do musical, também). Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostava de ver o musical, que deve ser bem giro!

      Também gosto dos poemas:)

      Beijinhos e continuação de boa semana:)

      Eliminar
  7. Sempre tive gatos, um de cada vez, claro. E escrever sobre eles, curiosamente nunca o fiz, contudo, já escrevi um poema ao meu cão :)

    Beijinhos, Isabel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca tive nem um cão nem um gato, talvez por isso ando há tempos com esta mania que queria um gato...mas é só conversa, porque sou demasiado preguiçosa para ter um animal desses!

      Beijinhos:)

      Eliminar
  8. Vaya carita que tiene,,jejej,,un saludo desde Murcia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vindo:)

      Já fui a correr espreitar o seu blogue, mas depois vou com mais calma:)

      Boa semana:)

      Eliminar
  9. Ena, que de gatófilos!...
    De quem é a tradução deste poema do "Old Possum's Book of Practical Cats"?
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tradução é de João Almeida Flor. Ia propor se queria que colocasse o original, mas suponho que conhece...

      Boa tarde:)Continuação de uma boa semana:)

      Eliminar
    2. Muito obrigado. Realmente, tenho uma das primeiras edições originais do livro, cuja capa consta do meu blogue, num poste antigo. Bom professor e bom tradutor, o João Almeida Flor.
      Bom resto de tarde!

      Eliminar
    3. Voo ver se a descubro...

      Obrigada, um bom resto de dia também para o APS:)

      Eliminar
  10. Ai tanto pelinho para limpar...
    Mas que é muita bonita, é! Conquista qualquer pessoa; já para não falar nos gatos...:))
    Desconhecia o poema de Eliot.
    Beijinhos, Isabel.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...isso é o aborrecido da bicharada!
      Mas que era linda, era. Grande, muito segura de si, sem dar confiança a ninguém...uma autêntica princesa da gataria! Linda!

      Pois...uma conquistadora certamente! Ah!Ah!Ah!

      Beijinhos e continuação de bom trabalho:)

      Eliminar
  11. Olá Isabel,
    Adorei regressar e ler este poema. Não conhecia este livro: "O livvro dos Gatos".
    Não posso dizer o mesmo que tu pois neste momento tenho 4, sim 4 gatos, i gato e 3 gatas, duas delas foram acolhimento, apareceram no pino do Inverno.
    Quanto a nome de gatos talvez Eliot, gostasse dos nomes dos que existem cá em casa, Francisco, Mimi, Rita (para mim Ritinha) e Sherazade. O 1º gato que tive chamava-se Quico e a segunda, Thai.
    Já não posso ter mais gatos, os próximos que aparecerem tenho que os levar para um lar de animais. Vai custar-me mas...
    Beijinhos, ainda não regressei estou com obras em casa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem aparecida sejas, Ana! :) Tenho sentido a tua falta :)Espero que já estejas mais descansada. Isto das férias é um vê se te avias! Passam a correr! Entre limpezas e uma ou outra saída e o fazer recadinhos (lavandaria, análises, levar a mãe a médicos...) passam sem a gente dar conta!

      4 gatos!! É obra!! Eu sei que tu gostas muito de gatos. Mas tu tens espaço e jardim, mas num andar é mais complicado. Gosto dos nomes que escolheste. Conheço uma cadelinha chamada Ritinha.

      Pois é, tantos gatos dão muito trabalho e despesa também, imagino...

      Beijinhos e vai aparecendo:)

      Eliminar
  12. Acho este livro de T. S. Eliot delicioso - poemas e ilustrações.
    Não gosto muito de bichos com nome de gente.
    Boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É giríssimo:)

      Se tivesse um gato ou um cão não lhes punha nome de gente. Mas conheço uma cadela chamada Ritinha e acho que o nome lhe fica bem.

      Boa noite, MR:)

      Eliminar
  13. E o pássaro sobreviveu?... Costumam ser petisco apreciado pelos gatos. :-))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sobreviveu! Vinha bem escondidinho no saco, não fosse o gato ceder a tentações! :)

      Eliminar
  14. Que lindo!
    Os gatos são uma das minhas paixões. Tenho duas gatas, a Kitty, de 2 anos e a Maggie, de 15 anos e que está muio doente.
    Beijinhos, Isabel!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 15 anos para um gato já é uma vida longa...espero que melhore:)

      Beijinhos e continuação de boas férias:)

      Eliminar