domingo, 13 de agosto de 2017

Livros de ouro


Uma curiosidade, retirada da Estante nº 13/Primavera 2017                                                                          


28 comentários:

  1. O primeiro e o terceiro, pelo menos, são exemplares únicos, porque da Magna Carta há alguns exemplares (3?, 4?).
    O segundo mais raro, "Cuthbert Gospel of St. John" tem a particularidade de ter sido encontrado no séc. XI, no túmulo do santo homónimo (falei dele no Blogue, em 27/4/2012), que tinha sido enterrado no séc. VII, na Inglaterra. Pertence, hoje, à British Library, e creio que já está digitalizado. E pode ser consultado online.
    Um bom resto de Domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas informações, que vêm completar este post.
      Depois vou ver se encontro o seu post. (Desta vez não tenho que escrever nenhum nome:(

      Uma boa semana para o APS!

      Eliminar
  2. Oh!!...:((
    Não tenho nenhum deles...:((
    Autênticas preciosidades!
    Um beijinho, Isabel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que pena!! Pode ser que apareça algum deles! Ah!ah!ah!

      Beijinhos e uma boa semana:)

      Eliminar
  3. Autênticas preciosidades e uma bela partilha,Isabel.
    Estamos sempre a acumular conhecimento.

    Bjnhs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São mesmo livros de ouro.
      Estamos sempre a aprender e eu digo-lhe que tenho aprendido imenso, desde que ando pela blogosfera.

      Beijinhos e boa semana:)

      Eliminar
  4. A Biblia do Gutenberg faz parte das minhas memórias infantis, por ter sido falado quer na escola, quer em casa (o meu pai trabalhava em offset) como a primeira preciosidade impressa. Os livros são preciosidades pelo valor que lhes damos também, sentimental!
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Para cada um de nós que aprecia os livros, os nossos livros são as nossas preciosidades, não é?
      Eu sou muito ciosa dos meus livrinhos.

      Beijinhos e boa semana:)

      Eliminar
  5. Não vi nenhum desses, os meus são livros vulgares. Mas gosto deles e acho que só não dão flor por não serem capazes, ia jurar que sorriem quando os olho. Tenho certeza que são livros felizes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei dessa ideia de os seus livros serem livros felizes! Os meus acho que também são...

      Também nunca vi nenhum destes, mas gostava de ver ao vivo. Devem ser livros fabulosos!

      Bom feriado, Bea:)

      Eliminar
  6. Muito interessante o teu post, Isabel! Sempre bom aprender...beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Maria João:)
      Beijinhos e um bom feriado:)

      Eliminar
  7. Não fazia ideia, Isabel. Obrigada pela partilha de informações tão úteis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também achei interessante.

      Bom feriado, M.

      Eliminar
  8. Trouxe a Estante da última vez que fui à Fnac, mas ainda não a abri.
    Temos na Biblioteca Nacional de Portugal os Birds of America - uma beleza de livro - e a Bíblia de Gutenberg.
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E esses livros podem ser vistos/consultados por qualquer pessoa ou não?

      Estive a espreitar na net e diz que em portugal há dois exemplares, o outro está na Biblioteca Joanina em Coimbra.

      Bom feriado, MR:)

      Eliminar
  9. Não. Estão nos Reservados e só podem ser consultados especialmente. Mas estiveram os dois expostos há pouco, em duas exposições diferentes. Só que só se vê a página em que estiverem abertos. :(
    Boa tarde!





    ResponderEliminar
  10. Uma boa ideia, Isabel, trazer esta informação aos leitores. Estas obras são universais, contudo, poucos são os que lhe têm acesso.
    Presumo que todos aqueles que detêm a o 10° do ranking - a Biblia - soubessem ou saibam ler.

    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois...

      Continuação de uma boa semana, Agostinho:)

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Fico contente que tenha apreciado, Maria:)

      Beijinhos:)

      Eliminar
  12. Gostei de ficar a par deste Top Ten... de valor incalculável... Adoraria ler o primeiro... desse pintor, que se interessava por ciências tão distintas e variadas... logo tinha de escolher o mais caro... mania de só reparar no preço no fim... :-P
    Beijinhos, Isabel! Continuação de uma excelente semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso também é um dos que gostava de poder ver. Deve ser interessantíssimo!

      Pois é...este é mesmo carito...nem de muito longe o vamos ver!

      Beijinhos e um bom fim-de-semana, Ana:)

      Eliminar
  13. Preciosa a informação!
    Obrigada
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É interessante:)

      Beijinhos e uma boa semana para si, Graça:)

      Eliminar