domingo, 4 de maio de 2014

Para o dia da mãe


Para sempre


Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade
 
Quando eu era miúda, sabia este poema de cor. A imagem que acompanhava o poema, creio que num livro da escola primária ou do ciclo, desenhei-a num caderno de poemas que ia coleccionando e que anda por aí, algures.
Copiava muitos poemas e desenhos dos livros de que gostava.
                                                                               
                                                                
                                                              
   Postais da Serra:
     Teixeira ( a terra da minha mãe) e aldeias próximas   
                             




 
Fotos de Rita Vaz
 
 
Flores do "jardim" da minha mãe ( na varanda...)
 


 
 

12 comentários:

  1. Isabel,
    Que bonita homenagem, que bonitas fotografias e que belas flores tem a tua mãe no "jardim".
    Beijinho e um dia feliz para a tua mãe. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ana!
      Já não venho a tempo de retribuir, mas desejo-te uma boa semana!
      Um beijinho :)

      Eliminar
  2. Há menos de meia hora, li este poema, de que gosto muito. Bonitas as fotos e bonitas as flores!
    Também tenho por hábito fotografar as flores da minha mãe.

    Bom domingo! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito do poema, que já não via há muito tempo e deparei-me agora com ele, quando procurava um para o dia da mãe.
      Gosto de fotografar flores, mas nem sempre as tenho assim tão bonitas à mão!

      Boa semana, Deep!

      Eliminar
  3. Um belo post e parabéns à sua mãe pelas lindas flores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, MR!
      Quando há flores bonitas, a minha mãe chama-me logo para as fotografar, porque eu gosto das plantas mas não lhes ligo muito. Quase morrem aos meus fracos cuidados...

      Felizmente a minha mãe vai olhando por tudo!

      Boa semana, MR!

      Eliminar
  4. Há sempre um rastro de luz verdadeira, quando o milagre de ser mãe se faz replicar nos filhos. bjs amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que lindo, o que dizem! Obrigada pelas bonitas palavras!

      Beijinhos para todas :)

      Eliminar
  5. linda a Teixeira! :)

    Diz à avó que as flores dela estão muito bonitas!!

    Beijinhos para as duas! Rita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E linda a fotógrafa!
      Darei o recado à avó!
      Beijinhos!

      Qualquer dia vou até aí!

      Eliminar
  6. Acho bem que venhas!! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      Vai preparando aí um cantinho :)
      Beijinhos :)

      Eliminar