domingo, 14 de abril de 2013

Se Eu Morrer de Manhã


[SE EU MORRER DE MANHÃ]

Se eu morrer de manhã
abre a janela devagar
e olha com rigor o dia que não tenho.

Não me lamentes. Eu não me entristeço:
ter tido a morte é mais do que mereço
se nem conheço a noite de que venho.

Deixa entrar pela casa um pouco de ar
e um pedaço de céu
-o único que sei.

Talvez um pássaro me estenda a asa
que não saber voar
foi sempre a minha lei.

Não busques o meu hálito no espelho.
Não chames o meu nome que eu não venho
e do mistério nada te direi.

Diz que não estou se alguém bater à porta.
Deixa que eu faça o meu papel de morta
pois não estar é da morte quanto sei.


Rosa Lobato de Faria

                                            
 
Janelas Com Grades
Manuel Amado
 

21 comentários:

  1. Muito belos o poema e a pintura.
    Bom Domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Virgínia. Gosto de te ver por aqui e fico contente que tenhas gostado.
      Resto de domingo bom, para ti também.

      Eliminar
  2. Gostei de tudo mas a janela tocou-me especialmente. Gosto muito de janelas com luz, com sombra, com tudo.
    Um dia destes partilho uma janela que encontrei.
    Beijinho e bom Domingo!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também achei esta janela muito bonita e este jogo de sombras torna-a tão real...
      Fico à espera de ver a tua janela.
      Um beijinho e boa tarde de domingo - finalmente com sol!

      Eliminar
  3. Uma intensa poesia de uma mulher cheia de talentos.
    Também expressiva a janela de Manuel Amado, tem quadros originais. Feliz domingo, o tempo ajuda.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Rosa Lobato de Faria, era na verdade uma mulher extraordinária. Muito talentosa e discreta. Gosto muito dos livros dela. Também tem livros para crianças. Hei-de colocar aqui.
      Um beijinho. Hoje esteve um rico dia! Anima.

      Eliminar
  4. Um bonito poema! Triste... Mulher interessante com certeza. Conheço pouco dela.
    "Talvez um pássaro me estenda a asa
    que não saber voar
    foi sempre a minha lei."

    Bom domingo, minha amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto muito dos livros da Rosa Lobato de Faria.Tem romances interessantes e livros para crianças. Por acaso o que conheço menos é a poesia.

      Tem sido um bom domingo. Caseiro, mas com um sol animador.
      Este fim-de-semana há festa da Senhora de Mércoles. (Terça-feira é o feriado municipal). Mas não devo lá ir.Por aqui costuma dizer-se que a Senhora de Mércoles gosta de chuva e que o tempo bom vem logo a seguir. Mas afinal, este ano parece contrariar a tradição. Hoje esteve um lindo dia!
      Um beijinho grande

      Eliminar
  5. Lindo poema de Rosa Lobato Faria," a Rosinha", e a imagem muito bem escolhida.
    Continuação de bom Domingo.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também aprecia a escrita da "Rosinha"? Eu gosto muito.
      Devia ser uma pessoa muitíssimo interessante.

      Desejo-lhe também um resto de domingo bom.
      Um beijinho

      Eliminar
  6. O poema é muito bonito, apesar de falar da morte.
    Mas não há morte sem vida...
    Faz parte de um percurso; de um tempo que é nosso!

    O quadro parece de um convento ou de uma prisão ou... Mas está muito bom.

    Um beijinho e continuação de bom domingo.:))





    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo Cláudia. Há um percurso a que não podemos fugir, por isso o melhor é aproveitá-lo bem.

      Também acho que o quadro, apesar de muito bonito e real, dá a sensação de prisão. Para lá da janela é está a liberdade, mas tem que se conquistar a partir de outro lugar.

      Um beijinho grande e...aproveitemos o sol!

      Eliminar
  7. Gostei, especialmente da janela do Manuel Amado. Gosto muito da pintura dele.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andei a folhear umas revistas de artes plásticas, que tenho há anos e descobri algumas coisas dele. Gosto.
      Boa semana para si também MR. Amanhã temos o nosso Feriado Municipal.

      Eliminar
  8. Gostei do seu poema. Me faz refletir e pensar no que é importante. Pensar o momento e deixar passar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá
      Ainda bem que gostou, mas o poema não é meu (bem gostaria que fosse!), é da escritora Rosa Lobato de Faria. Uma escritora de que gosto muito.
      Muito obrigada pela sua visita.

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Concordo!
      É muito bonito, mas triste. Fala do inevitável, que temos que saber aceitar. Às vezes com dificuldade!
      Um abraço

      Eliminar
    2. Deep, não consigo deixar comentários no seu blogue. Primeiro leva imenso tempo a abrir, depois fica bloqueado. Já experimentei várias vezes!

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Muito obrigada!
      Sabe sempre bem, um feriadinho! :)

      Eliminar