segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Rimas

Recado


Estou aqui como se te procurasse
a fingir que não sei aonde estás
queria tanto falar-te e se falasse
dizer as coisas que não sou capaz.

Dizer, eu sei lá, que te perdi
por não saber achar-te à minha beira
e na casa deserta então morri
com a luz do teu sorriso à cabeceira.

Queria tanto falar-te e não consigo
explicar o que se sofre, o que se sente
e perguntar como ao teu retrato digo
se queres casar comigo novamente...


António Lobo Antunes
Letrinhas de Cantigas, pág.17
Dom Quixote





6 comentários:

  1. Respostas
    1. Ainda bem que gostou Catarina.

      Um beijo e boa semana

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Ainda bem, Maria.
      Este livrinho comprei-o há pouco tempo numa feira e fiquei surpreendida porque não conhecia esta faceta do escritor. E gostei do livrinho. Tem poemas (não sei se são todas, mesmo, letras de canções) bonitos.

      Um beijinho e boa semanita

      Eliminar
  3. Gostei imenso do poema e da foto que ilustra todo o sentimento contido nele.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente que tenha gostado Maria Eduardo.
      É um poema bonito.

      Um beijinho

      Eliminar