quarta-feira, 15 de maio de 2013

Tempo para a felicidade


Poema

Ela acendia o lume ou cozinhava
contava as viagens que faziam
pintava nas paredes desenhava
de madrugada enquanto outros dormiam

ele lia e relia e deslumbrava
com aquela humildade comovente
de quem sabia e nunca duvidava
que a beleza entrevista é para sempre

os dois à vez citavam Vidas Secas
que dois tão meio a meio inseparáveis
dividiam os corpos e as cabeças
por causas nunca vãs nunca mudáveis

hoje que o sol é grande e o amor também
enquanto o tempo é mágoa estamos vivos
sem cura e desarmados como quem
a grilheta da morte fez cativos


Joana de Matos Martinho

Retirado do livro Feliciano Falcão, Memória Viva
Coordenação de António Ventura

                                                                              
 
Monet

                                                                                                         

18 comentários:

  1. Respostas
    1. Também acho muito lindo, Deep! :)

      Bom fim-de-semana! Voltou o frio outra vez.Não gosto nada!

      Eliminar
  2. Isabel, um belíssimo poema para elogiar um homem bom!
    Aliás, todos os testemunhos presentes no livro demonstram isso.

    O quadro de Monet é sublime!

    Um beijinho.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também pelo que li, sei que era uma pessoa muito humana, bondosa e muitíssimo culto.
      O poema é lindo.

      Gosto de Monet.
      Um beijinho grande, Cláudia.

      Eliminar
  3. Um belo poema sobre a felicidade a dois que ....dividiam os corpos e as cabeças.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, JP!
      Um beijinho e bom fim-de-semana!

      Eliminar
  4. gosto, gosto e gosto de Monet, e de voce! mas me diz como faz para "roubar", pode claro, so gostaria como vc consegue!!!!
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É fácil "roubar" as pinturas ou o que quer que seja. Basta clicar em cima da imagem com o lado direito do rato e "copiar". Depois "colar" numa pasta e fica guardado, pronto a utilizarmos quando quisermos.

      Gosto muito de Monet, também!
      Um beijinho, Myra.

      Eliminar
  5. Sensibilzada, e sabes porquê, um beijo grande minha amiga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um poema lindo! Muito lindo!
      Um beijinho grande e um bom fim-de-semana! :)

      Eliminar
  6. Obrigada, Isabel. Eles ficariam contentes, acho eu!
    Boa sexta-feira! Já corrigi o que me disseste no meu post. Tive uma amiga em Telavive que se chamava Myrna, daí a confusão com Myra, obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Seu pai devia ser uma pessoa extraordinária!

      São bem parecidos, os nomes.
      Bom fim-de-semana.( Hoje vou ao cinema.)
      Um beijinho grande

      Eliminar
  7. O poema é atravessado por uma paz que contagia.

    Precisamos de tempo para que a Felicidade seja [pres]sentida.

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo em tudo, Lídia.

      O poema inspira a paz que o amor transmite.

      É preciso tempo para poder ser feliz.
      Hoje em dia há pouco tempo para sê-lo.

      Um beijo e bom fim-de-semana!

      Eliminar
  8. Gostei muito do poema de Feliciano Falcão, um escritor-poeta e médico de grande sensibilidade, que é sempre bom recordar!
    Um beijinho e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O poema não era de Feliciano Falcão, Maria Eduardo. Foi-lhe dedicado.
      Foi um grande médico, muito humano, muitíssimo culto e privou com grandes escritores.
      A biografia dele é muito interessante.

      Um beijinho e bom fim-de-semana


      Eliminar
  9. Creio entender que estes belos versos vão dedicados ao Dr, Falcão. Vou procurar, porque não explicas muito, e eu sou muito curiosa...
    Beijinhos, tenho andado fatal de tempo ( que também anda fatal...). Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São sim Maria.
      Já tive oportunidade de ler o livro sobre ele (não o tenho, mas descobri agora que está à venda no site Wook e já o pedi).
      O livro é muito interessante e revela-nos uma pessoa com a qual simpatizei imenso.

      Estranhei e senti a tua ausência. Deixei-te um recado no teu blogue (porque sei que não vais muito ao mail) mas tu não disseste nada...
      O que importa é que está tudo bem contigo!
      Boa semana também para ti!

      Eliminar