sexta-feira, 16 de julho de 2021

Quanto é suficiente?

O video tem possibilidade de legendas em português. 

          Bom fim-de-semana😊 

 



 

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Cidália

      um bom fim-de-semana também para si.
      Beijinhos:))

      Eliminar
  2. Isabel,
    Primeiro, agradecer-lhe por partilhar o vídeo!
    Pois... uma pergunta muito pertinente e muito difícil de responder! Ou melhor, a resposta até que não é difícil, parar esta vida de consumismo é que pode não ser muito fácil.
    Eu, até estou muito longe de ser dos piores casos. Os livros são meu maior consumo; o que vejo como algo bom e positivo!
    Mas vivemos prisioneiros nas rotinas, nas profissões, e com alguns excessos à mistura, claro que sim.
    A reter:
    - Felicidade é simplicidade.
    - Quanto menos eu tenho, mais feliz eu sou.
    - Você vende sua alma... você perde quem você é.
    Estamos fartos de saber isto, mas...
    Um beijinho e aproveite a vida.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei muito do filme.

      Eu sou um bocado consumista, mas controlada. Não gasto mais que o que tenho; não tenho, nem quero cartões de crédito; não deito fora nem troco coisas que estão boas. Não troco de telemóvel só porque sim e o meu carrito tem 18 anos e vou ficar com ele enquanto trabalhar...
      Gosto de comprar coisas, mas não vivo para parecer o que não sou. Nem me considero uma pessoa ambiciosa.

      Gosto da tranquilidade que alcancei e só ambiciono uma coisa...reformar-me! 😊😂🤣😂🤣👍

      Beijinhos:))
      Continuação de bom fim-de-semana:))

      Eliminar
  3. Olá, Isabel
    Muito inspirador este vídeo. Vi-o com legendas para me facilitar a tradução.
    Se bem entendi, a ânsia de acumular dinheiro nem deixa usufruir do que é essencial. E o grande consumo paga-se caro, em detrimento de outras coisas fundamentais que pouco custam.
    Um beijinho e ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também coloco sempre legendas (em português), pois nem sempre percebo bem tudo o que se diz.

      Eu diria que é um video que defende o "ser" em vez do "parecer".

      Dou valor ao dinheiro e ao conforto que nos pode dar, mas sem querer parecer mais do que aquilo que realmente sou.

      Beijinhos e continuação de bom fim-de-semana também para a Maria Dolores.



      Eliminar
    2. Vídeo tão bonito, Isabel. Obrigada.
      Julgo que hoje, com tanta exigência de consumo, há que preservar o essencial: as pessoas e o seu bem estar. Mas também penso que esse agrado não depende sobretudo das coisas, do ter, ainda que não o desdenhe, que até para voltar à simplicidade é preciso ter meios de subsistência. O consumismo é a devassa da Terra, mas não é apenas por egoísmo que afirmo ser impossível retomarmos todos a simplicidade essencial. Aquilo a que chamamos progresso gera muitos lixos e muda os espíritos. Talvez seja uma atitude diferente o que se procura. Mas é compreensível que a tomada de consciência ocorra apenas em algumas pessoas. No entanto, só o universal lhe conviria.

      Eliminar
    3. Concordo com tudo o que diz.
      O progrsso é importante e o dinheiro também, mas há coisas que se podiam dispensar. Os governos teriam que ter vontade de mudar, mas infelizmente para mudar algo é preciso mexer com interesses enormes e isso não é bem visto. E nós vamo-nos acomodando.

      Enfim, vamos ver como tudo evolui, ainda na nossa vida.

      Beijinhos. Um bom domingo:))

      Eliminar
  4. Muitas vezes me pergunto por que tanta gente quer mais dinheiro quando nem podem usufruir dele. Devem mesmo é gostar do dinheiro. E do poder que isso lhes dá. Alguns até acabam na pildra.
    A minha maior perdição tb são os livros, mas estou melhor, devido á falta de espaço. E os marcadores, mas isso são uns trocos.
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não consigo perceber essa sede de dinheiro e de poder! Não consigo mesmo... e acho que a maioria dessas pessoas não é feliz.

      Os livros e revistas também era o meu vício, mas também estou melhor. Por falta de espaço e porque nos últimos anos me apercebi que a vida já não me vai chegar para ler tudo o que tenho e queria ler. Por isso abrandei um pouco.
      Bem, marcadores, não chego nem de longe aos que a MR deve ter!

      Beijinhos:)) Bom domingo:))

      Eliminar